Estudantes da Universidade Católica de Brasília realizam ação de conscientização sobre a pobreza menstrual e a importância da higiene íntima. A Liga de Microbiologia da Universidade realiza arrecadação de absorventes, com doações encaminhadas para a Unidade de Acolhimento para Adultos e Famílias (Unaf) do Areal, uma forma de chamar a atenção da comunidade para o problema. Para quem deseja contribuir, as doações podem ser feitas na Pastoralidade da Universidade, localizada no Bloco Central, sala A15, de segunda, 23, a sexta-feira, 27, das 8h às 17h.

Muito além da falta de dinheiro para comprar absorventes, a pobreza menstrual denuncia o problema da falta de acesso à higiene pessoal e saneamento básico, evidenciando uma situação de desigualdade social e como afeta a saúde das pessoas que menstruam. Uma pesquisa divulgada em 2021 pela Johnson & Johnson Consumer Health, em parceria com os Institutos Kyra e Mosaiclab, demonstra que 28% das mulheres de baixa renda são afetadas diretamente pela pobreza menstrual (cerca de 11,3 milhões de brasileiras) e 30% conhecem alguém que é afetado pelo problema.

Na quinta-feira, 26 de maio, às 14h, no Auditório do Bloco K, a Liga de Microbiologia organiza uma palestra com a ginecologista do Hospital das Forças Armadas – HFA. Dra. Ana Letícia Salomone. A palestra será voltada para a aprendizagem e conscientização sobre a pobreza menstrual e a importância da higiene íntima com o tema central sobre “Infecções causadas por microrganismos no trato genital”. A inscrição é gratuita, sendo requerida a doação de dois pacotes de absorventes, com cadastro feito pelo link: https://forms.gle/oyetfJnRyNSqtcu99.

Campanha de doação de absorventes – Liga de Microbiologia

De 23 a 26 de maio
Local: Bloco Central, sala A15
Palestra com a ginecologista Ana Letícia Salomone
Dia: quinta-feira, 26 de maio, às 14h, no Auditório do Bloco K
Inscrições: https://forms.gle/oyetfJnRyNSqtcu99.

Share This