Nesta manhã de terça-feira (16) foi deflagrada pela Divisão de Repressão a Roubos e Furtos (DRF/CORPATRI) – Polícia Civil do DF – a operação SOS Malibu, com objetivo de conter um grupo de criminosos investigados por agiotagem, ameaça, extorsão e lavagem de dinheiro. Os agentes apreenderam seis suspeitos dentre eles Thiago Fernandes da Silva e seu irmão Ronie Peter Fernandes da Silva (Sargento da PMDF) que por sua vez usava o poder policial para fazer ameaças.

Uma rede bem estruturada atuava na “lavagem de dinheiro”, compra e venda de veículos de luxo e quatro empresas de diferentes frentes, localizadas em Águas Claras e Vicente Pires e Taguatinga mascaravam o negócio.

Tentáculos

O mercado que pertence a Djair Baia da Silva, pai de Thiago e Ronie com um faturamento mensal de R$30 mil chegou a movimentar R$8,5 milhões entre fevereiro até agosto deste ano.

Uma empresa de estética em Águas Claras em nome de Raiane Gonçalves Campello com faturamento de R$110 mil por mês no período de seis meses movimentou R$8,8 milhões.

Na operação veículos da marca Porsche e BMW orçados aproximadamente em R$3,5 milhões foram apreendidos. Conta corrente dos envolvidos no valor de R$8,5 milhões também bloqueada pela justiça.

Os mandados tanto de prisão quanto de busca e apreensão foram autorizados pelo Juiz da Vara Criminal de Águas Claras e cumpridos pela PCDF de Vicente Pires, Taguatinga e São Paulo.

S.O. S Malibu

A operação foi batizada de S0S Malibu não pelo filme Baywatch e sim em referencia a loja de veículos em nome de Thiago e também nome dado à lancha que fica a disposição dos irmãos no lago Paranoá.

Share This
Participar