in

Outro Bar em Águas Claras Transforma a Vida dos Vizinhos em Pesadelo

16/01/2018

| por:Patrícia Rebelo

O tormento das noites em claro voltou essa semana aos vizinhos do bar Cairo Lounge Bar, inaugurado há menos de quatro meses na cidade. Localizado na Av. Castanheiras, esquina com a Rua 04 Norte, no Residencial Michigan, os moradores tiveram duas semanas de sossego entre o natal e o último dia 12/01, período em que o bar estava de recesso.

Moradores da região relatam que o bar não fecha no horário estabelecido pela Agência de Fiscalização do Distrito Federal (AGEFIS) e ao descumprir a regra, traz transtorno para os vizinhos. Muitos relatam que não dormem e assistem os clientes gritando na rua, depredando os prédios da região, quebrando garrafas na rua e deixando centenas de moradores acordados.

De acordo com as informações disponibilizadas no Facebook do estabelecimento, o bar abre de terça-feira a domingo. Sendo que, de 3ª a 5ª, fecha a 1:00 da manhã e 6ª, sábado e domingo fecha às 03:00 da manhã. Confira imagem abaixo.

Em uma operação surpresa, realizada neste sábado (13/01), a Agefis esteve em Águas Claras e um dos bares fiscalizados foi o Cairo. Por volta das 00:30h, o estabelecimento estava aberto e não apresentava sinais que iria fechar às 1h.Depois que a equipe da Agefis verificou a documentação, o estabelecimento fechou no horário determinado, pela primeira vez desde sua inauguração.

Os moradores relatam perturbação da ordem de seus frequentadores durante a madrugada. Até o alarme contra incêndio do Edifício Michigan já foi disparado no meio da madrugada pelos frequentadores, assustando as crianças e fazendo os moradores dispararem escada abaixo no meio da madrugada.

O problema é recorrente aqui em Águas Claras e outros bares já se adequaram à lei. O Cairo Bar tem alvará de tabacaria, o que lhe outorga o direito de ficar aberto no máximo, até 01h nos fins de semana e véspera de feriados e até as 23:00 em dias de semana.

Os moradores não querem o fechamento do bar, mas muitos moradores têm filhos pequenos que chegam a acordar com a barulheira causada pelos frequentadores do Cairo. Nos fins de semana, os jovens saem do bar às 3h da manhã alcoolizados e além de brigar, gritar e colocar música alta no meio da rua, jogam garrafas nos carros estacionados no prédio em frente e já quebraram vários veículos.

Muitos apartamentos estão sendo desvalorizados e vendidos por conta da balbúrdia que esse bar está causando.

Raphael Cairo Justino, o dono do bar, através de uma rede social, disse que ele “não pode ser responsabilizado pelos frequentadores que vão fazer bagunça na rua. Que isso é para a polícia resolver”. O problema é que o bar ficando aberto até as 3:00 da manhã, os frequentadores bebem mais e por conseguinte, ficam mais embriagados e fazem uma algazarra ainda maior, como se pode comprovar nos vídeos.

Confira algumas reclamações publicadas nas redes sociais:

  • Mais uma noite sem dormir, tenho dois filhos que acordaram às 4h00 da manhã. Acho que se o bar tivesse um horário para fechar melhoraria muito. Vi muitos jovens alcoolizados saindo do bar e já começar uma briga.
  • Tem vários moradores do prédio já procurando outro apartamento para se mudar. Não é correto que as pessoas que moram há mais de 12 anos no condomínio procurem outro lugar para morar.
  • Vale lembrar que o baderna acontece na madrugada, sempre após o horário que o bar deveria já ter fechado, mas o bar fica aberto até três 4h05 da manhã fornecendo combustível para os jovens continuarem tocando terror. Sempre que eu chamei a polícia, eles vieram e o bar apagou as luzes e fechou as portas e a bagunça dispersou.
  • Bom dia vizinhos! Esta noite mais uma vez não pude dormir por conta do barulho do Cairo. Liguei agora na Administração Regional, e o atendente Lúcio, registrou a minha reclamação e disse que até momento o bar não apresentou o alvará de funcionamento. E que o horário de funcionamento do bar não cumpre o horário estipulado pela lei. Disse que já têm varias reclamações do bar e que a Agefis está montando uma equipe para uma fiscalização surpresa. Ele pediu para mais pessoas fazerem a reclamação, pois quanto maior for o número de reclamações, maior a prioridade da fiscalização no local. Fiz a minha pelo telefone: 3383-8941 também pode ser feita pelo site  www.aguasclaras.df.gov.br vai em reclamação categoria bares e restaurantes. Unidos somos mais fortes! Obrigado e ótimo final de semana.

É lei! Não tem o que discutir. Mas os bares alegam que vão demitir e que vão falir. Na verdade é uma questão de adequação a legislação. Um exemplo de boa vizinhança é o Bar Libanus que também teve muitas reclamações quando chegou à Águas Claras. Porém o bar logo reduziu a poluição sonora e o seu horário de funcionamento. Hoje o Libanus é um dos bares mais lotados da cidade e quase não há reclamações de vizinhos.

Que se cumpra a lei que diz que estabelecimento que vende bebida alcoólica só pode ficar aberto até às 23:00 (domingo a quinta) e 1:00 da manhã (sexta, sábado e véspera de feriado).

Nada melhor do que ir a um barzinho para se divertir com os amigos e depois voltar para a tranquilidade do seu lar. Por isso, é sempre recomendável a lei da boa vizinhança para que todos saiam ganhando no final.

No fechamento desta matéria, Raphael Cairo entrou em contato com nossa equipe, esclarecendo que após a fiscalização da Agefis no último fim de semana, ele foi informado do horário estabelecido na lei. E que a partir de agora, cumprirá tais horários. Também informou que o projeto de isolamento acústico é um projeto de estúdio musical e foi executado de acordo com as exigências técnicas em vigor.

Quanto a presença de menores no bar, Raphael informou que tem recepcionista que checa todas as identidades, porém não tem como saber se as mesmas são falsificados. Mas segundo ele, esta é uma preocupação muito grande do estabelecimento, pois se houver uma fiscalização e o menor apresentar a carteira verdadeira ao invés da falsa, o dono do bar é quem responde na Vara da Infância e Juventude.

Um dos síndicos dos prédios vizinhos fez uma “cartilha de reclamação passo a passo”:

  1. Um acesse http://www.ouv.df.gov.br/#/ e clique em solicitação, faça o cadastro e registre a solicitação de intervenção dos órgãos públicos;
  2. Ligue sempre que possível para o Batalhão da PM do 17º no 99969-2814. Eles tem WhatsApp e vale a pena enviar as fotos e vídeo pra eles verem o que tem acontecido, tanto no bar quanto na rua;
  3. Caso veja menores de idade por lá, faça uma denúncia para vara da infância Juventude no 3103-3200 e o Conselho Tutelar no 3383-8950;

Participe do Grupo de WhatsApp Águas Claras Mídia – Contribua para a melhoria e desenvolvimento de nossa cidade! – Envie nome, endereço e telefone para: contato@aguasclarasmidia.com.br 

Sitewww.aguasclarasmidia.com.br
Facebookwww.facebook.com/aguasclarasmidia
Instagramwww.instagram.com/aguasclarasmidia
Twitterwww.twitter.com/aguasclaramidia
Youtubewww.youtube.com/aguasclarasmidia

Águas Claras Mídia – Sua Cidade em um Click

Águas Claras Mídia – Sua informação em Multiplataforma

Já segue nosso Instagram? Segue lá e participe dos nossos sorteios e saiba tudo que acontece em Águas Claras. @aguasclarasmidia

Contribua para a melhoria e desenvolvimento de nossa cidade! Participe do Grupo de Águas Claras Mídia de Moradores no WhatsApp – Envie nome, endereço e telefone para: contato@aguasclarasmidia.com.br

#AguasClarasMidia #AguasClaras #AguasClarasDF

O que achou dessa notícia?

0 points
Upvote Downvote
Avatar

Escrito Por Redacao

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Regularização de Arniqueira: perto do fim

Remoção de Árvore para Trânsito na EPVP