in ,

Os Sintomas do Trabalho

15/08/2018

| por:Natália Ribeiro

Você já parou para pensar que passa boas horas da sua vida no emprego? Sendo assim, é bom identificar quais energias rondam seu ambiente de trabalho, para que você não se contamine e fique doente. Isso é tão sério que é totalmente perceptível o quanto as pessoas que trabalham na mesma empresa sofrem dos mesmos problemas. Nas conversas internas, a maioria reclama dos mesmos sintomas físicos. Uns têm prisão de ventre, outros, dores nas costas, outros, dificuldades renais, e assim vai. Até problemas menstruais podem surgir entre as mulheres.

A primeira coisa que devemos fazer, portanto, é sermos nós mesmos. Muitos entram nas empresas e, com medo de não serem aceitos, querem fingir ter as mesmas afinidades que os outros. Isso pode levar-nos a termos hábitos que não tínhamos antes. Até mesmo o cafezinho pode ser um hábito ruim, caso você seja sensível à cafeína, por exemplo. Os lanches fora de hora nas confraternizações também podem te render quilinhos que você dificilmente vai conseguir perder depois.

Outra coisa que devemos ficar atentos é com relação a como nos portaremos diante das brigas e fofocas. Se há um certo mal estar entre seu chefe e a maioria dos funcionários, que tal não tomar partido e focar na produtividade? Quem muito quer agradar acaba não agradando a ninguém. Além disso, fofocas e brigas são as maiores inimigas das pessoas bem sucedidas.

Por fim, fique atento ao seu corpo. Nosso corpo fala – e muito! Doenças respiratórias podem indicar pessoas que mantém posturas de vítima. As gastrointestinais demonstram pessoas que internalizam sentimentos de raiva ou querem controlar tudo ao redor. Prisões de ventre indicam dificuldade em resolver dilemas. Aumento de peso significa defesa de algo – possivelmente críticas.

Facebook: Natália Ribeiro

Twitter: natiribeiro95

Natália Ribeiro

Escrito Por Natália Ribeiro

O que me fascina é o fato de poder mudar de ideia o tempo todo, sem ter vergonha disso. Sou metamorfose. Sou uma nova pessoa a cada segundo. Preciso, portanto, de reflexões sobre a vida. Não há conclusões certas ou erradas: há apenas filosofia. Vem comigo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Coluna Social 14/08 – O Que Rola em Águas Claras

Carreira Como Aliada

Teste!