O cinema francês já deixou de ser considerado “cult” faz tempo e cada vez mais tem se aproximado do público com produções e narrativas bastante comerciais.  Posso até citar aqui alguns sucessos de público e prêmio como “O Artista” e “Intocáveis”.

Já “O Melhor está por vir” segue essa mesma fórmula porém sem perder a personalidade francesa. Um dos grandes trunfos do longa é contar com dois atores veteranos muito bem entrosados que dão vida aos melhores amigos Arthur (Fabrice Luchini) e César (Patrick Bruell).

Os diretores Matthieu Delaporte e Alexandre De La Patellière acertaram em recursos narrativos que funcionam para dar veracidade e buscar empatia com o público ao falar da amizade de mais de 20 anos dos amigos deixando sempre evidente o carinho, cuidado e apreço que um tem pelo outro. É muito fácil se identificar com a amizade de Arthur e César.

Arhur é médico, professor, pesquisador e construiu a vida seguindo a cartilha.  Já César é um camarada mais solto, engraçado e vive de forma mais leve. Até que um dia, após um acidente doméstico do amigo, Arthur descobre que o Cesar tem câncer em estado avançado e poucos meses de vida. Por uma séria de circunstâncias que dão graça ao filme, César pensa que Arthur é o paciente terminal e resolve proporcionar ao amigo momentos de alegria e demonstrações da mais pura amizade.

Os dois embarcam nessa aventura de ficar mais tempo juntos por alguns meses até que tudo se esclareça e o final, afinal, surpreenda.

Apesar do tema poder ser pesado, pois não é nada legal saber que seu melhor amigo tem câncer e vai morrer em breve, o roteiro foge dessa intenção. Aqui o que se busca é a valorização das relações humanas, especialmente os laços que foram construídos ao longo de anos de amizade.

Para alguns o filme pode até lembrar “Antes de Partir”, com Morgan Freeman e Jack Nicholson.  Porém logo se percebe que o objetivo e as situações são completamente diferentes e em nada o filme quer se parecer com o outro.

“O Melhor está por vir” fala de como os amigos são importantes e fazem parte das nossas vidas. Ter amigos verdadeiros pode ser a melhor coisa que nós levamos na hora da morte.

A estreia está prevista para o dia 5 de março. Recomendo muito.

Share This
Participar