in

Ministério da Educação lança aplicativo de carteira estudantil digital

O Ministério de Educação (MEC) lançou na segunda-feira, 25 de novembro, um aplicativo de celular para a emissão da Carteira Digital de Estudante. É pelo aplicativo que o estudante deve obter a carteira estudantil gratuita em formato digital. O ID Estudantil é o documento que garante aos estudantes meia-entrada em cinemas, teatros e eventos culturais. 

Basta o estudante fazer o cadastro no aplicativo e aceitar o compartilhamento de seus dados com o MEC. A carteira será emitida no momento em que a instituição de ensino onde está matriculado repassar esses dados para o Sistema Educacional Brasileiro (SEB), um banco nacional de dados que será alimentado com dados, como CPF, data de nascimento, curso, matrícula, frequência, histórico escolar, corpo docente e corpo discente.

Após baixar o aplicativo, os estudantes deverão tirar uma foto de rosto e da carteira de habilitação ou de um documento de identidade com foto, para comparação das imagens. Isso irá, segundo o MEC, evitar fraudes.

Como a carteirinha é para os estudantes dos ensinos fundamental, médio e superior, para o cadastro de menores de idade, um responsável legal poderá baixar o aplicativo para permitir o acesso. Em eventos com meia-entrada, a identificação do estudante será feita por meio da leitura de um QR Code emitido na tela do aplicativo.

O aplicativo de celular está disponível para os sistemas operacionais Android e iOS. As carteirinhas tradicionais continuam sendo emitidas tanto pela União Nacional dos Estudantes (UNE) quanto pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e outras entidades.

Além disso, apesar de não estarem incluídos expressamente na lei, documentos de identificação estudantil emitidos pelas próprias instituições de ensino superior são aceitos como comprovante para o benefício da meia-entrada.

Os critérios, porém, variam, e essas carteirinhas precisam ter uma lista de dados dos estudantes para terem validade, como foto do estudante e data de validade. Em alguns casos, estudantes apresentam a carteirinha e um comprovante de matrícula em bilheterias para terem direito ao benefício.

O ministro da educação estima que pode passar de R$ 1 bilhão a economia decorrente da opção de se apresentar o documento em um smartphone. “Com isso, a gente espera gerar um ganho maior para a comunidade”, disse Weintraub.

Já segue nosso Instagram? Segue lá e participe dos nossos sorteios e saiba tudo que acontece em Águas Claras. @aguasclarasmidia

Contribua para a melhoria e desenvolvimento de nossa cidade! Participe do Grupo de Águas Claras Mídia de Moradores no WhatsApp – Envie nome, endereço e telefone para: contato@aguasclarasmidia.com.br  
 
Sitewww.aguasclarasmidia.com.br
Facebookwww.facebook.com/aguasclarasmidia
Instagramwww.instagram.com/aguasclarasmidia
Twitterwww.twitter.com/aguasclaramidia
Youtubewww.youtube.com/aguasclarasmidia
Águas Claras Mídia – Sua Cidade em um Click
AguasClarasMidia #AguasClaras #AguasClarasDF #Educacao #MEC #Tecnologia
Avatar

Escrito Por Brunna Feitosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Natal é a nova temática da Cia de Comédia G7

Natal é a nova temática da Cia de Comédia G7

Os Oito Passos do Yoga: Preparando o Corpo Físico

Os oito passos do yoga: preparando o corpo físico

Teste!