in

Metrô: Fim da Greve e Catracas Liberadas

19/07/2019

| por:Neuza Leal

Os servidores do Metrô acataram determinação do Tribunal do Trabalho da 10ª Região (TRT-10) e voltaram às atividades hoje, porém pelo fato dos metroviários não terem recebido a indenização de transporte para se locomover aos postos de trabalho, a maioria das estações do Distrito Federal amanheceu sem servidores nas bilheterias. 

A falta de servidores para venda de passagem, causou grandes filas. Com isso, em 13 estações, as catracas foram liberadas: 102 Sul, 108 Sul, 112 Sul, 114 Sul, Asa Sul, Feira, Arniqueiras, Concessionárias, Praça do Relógio, Ceilândia Sul, Ceilândia Norte, Furnas e Samambaia Terminal. Grande parte das estações abriu às 5h30, horário normal de funcionamento. Houve apenas um pequeno atraso na saída dos trens, de cerca de 10 minutos e registros de funcionários em bilheterias somente em 11 estações.

O Metrô-DF informou em nota que “todas as estações abriram no horário normal e 24 trens circularam no horário de pico, reduzindo o tempo de espera dos trens nas estações”. O órgão ainda detalhou que, das 24 estações,  as 13 que tiveram que liberar acesso aos usuários foi pelo fato que  alguns empregados seguiram a orientação do Sindmetrô e não abriram o caixa das bilheterias.  Concluiu ainda que,  “A direção do Metrô tomará medidas cabíveis em relação aos empregados que se recusaram a cumprir seu dever funcional, inclusive quanto aos prejuízos causados ao erário”.

O  Departamento de Estradas e Rodagem do Distrito Federal (DER), continuará mantendo a faixa exclusiva liberada para todos os veículos na EPNB. “Caso haja o cumprimento da decisão, o DER/DF informará a todos sobre a data de volta da proibição de circulação na faixa exclusiva”, declarou o órgão em nota.

Para o Metrô, apenas 45% dos metroviários aderiram ao movimento. Já o SindMetro diz que do total de 1.301 servidores, 98% entraram em greve. “Somente 54 deles, que têm cargos de chefia, não ingressaram a greve por medo de perder os cargos”, disse a diretora de comunicação do sindicato. 

Em 74 dias de greve, o metrô deixou de transportar R$ 1,7 milhões de usuários. O prejuízo chegou a R$ 8,8 milhões. Por dia, circulam, em média, 190 mil usuários. 

Já segue nosso Instagram? Segue lá e participe dos nossos sorteios e saiba tudo que acontece em Águas Claras. @aguasclarasmidia

Contribua para a melhoria e desenvolvimento de nossa cidade! Participe do Grupo de Águas Claras Mídia de Moradores no WhatsApp – Envie nome, endereço e telefone para: contato@aguasclarasmidia.com.br  

Sitewww.aguasclarasmidia.com.br
Facebookwww.facebook.com/aguasclarasmidia
Instagramwww.instagram.com/aguasclarasmidia
Twitterwww.twitter.com/aguasclaramidia
Youtubewww.youtube.com/aguasclarasmidia

Águas Claras Mídia – Sua Cidade em um Click

Avatar

Escrito Por Neuza Leal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feira de Adoção de Cães e Gatos na Zoonoses no Sábado (20)

Teste!